Pontos deVistas

Preguiça é o ato de descansar antes de estar cansado.

Cinema Anterior Seguinte

Cinema

       Anterior Seguinte       

#Graphic

Foi na França, no final do século XIX, em 1895, que os irmãos Louis e Auguste Lumière inventaram o cinema. O primeiro filme a ser projectado em público, com uns estrondosos 45 segundos de duração, foi o «La Sortie de l'Usine Lumière à Lyon», produzido e distribuído pelos irmãos Lumière.


O americano Edwin S. Porter, apropriou-se do estilo documentalista dos irmãos Lumière, adicionou truques ópticos e efeitos especiais teatrais, para produzir em 1903 o filme «The Great Train Robbery» (O grande assalto ao comboio), um filme de acção, obtendo um grande êxito e contribuindo para que o cinema se popularizasse e entrasse para a indústria cultural.

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 2005
Publicação: 2013-10-17
Grupo: Grafismos
Câmara: NIKON D90
Abertura: f 5
Distância focal: 18 mm
Velocidade do obturador: 1/80 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

Quase na hora Negra flor Beleza que mata Pórtico suspenso Estrela da tarde Esperar que a poeira assente Rosa branca Pendentes de papel

  Escolha da semana

To whom it may concern: The Netherlands, Egmond aan den Hoef
To whom it may concern: The Netherlands, Egmond aan den Hoef

  Comentários

Existem 27 pontos de vista. Quem será o próximo?
QPSWJJZJEKDLMAMRJHRRRLRAMRM
01
Q
Questiuncas
em 2013-10-17 09:10:27

Se fosse ao cinema e me pusessem uma jarra(?) à minha frente....
Não percebi muito bem a composição da fotografia, desde já agradeço umas breves explicações.

02
P
Photo Attraction
em 2013-10-17 09:40:18

O fundo é quase hipnótico.
Tem um pouco de moldura preta a mais, mas teria de experimentar uns cortes para ver se o efeito se mantinha. Por isso, ficas com o benefício da dúvida ;)

03
S
Sérgio Pontes
em 2013-10-17 12:15:01

Concordo, o forte contraste do fundo é quase hipnótico! Abraço

04
W
Willem
em 2013-10-17 12:19:27

Lovely and atrractieve contrasting photo.

05
J
João Menéres
em 2013-10-17 12:54:26

Em que sala está o filme?

06
J
Jvm
em 2013-10-17 13:57:01

Muito boa!

07
Z
Zekarlos
em 2013-10-17 16:39:51

Em 5 palavras: ES PÉ TA CU LO.
Abraço

08
J
Jéfferson Cezimbra
em 2013-10-17 17:43:34

Para eu não xingar quem atrapalha minha visão da tela, só se eu visse à minha frente uma silhueta feminina rsrsrsrsr
Abraço

09
E
Elisa Fardilha
em 2013-10-17 20:29:38

Um grafismo que me "feriu" o olhar!!!

Uma foto original!

Beijinhos.

10
K
Kaipiroska
em 2013-10-17 22:17:35

Antes uma jarra que um par de jarras à nossa frente no cinema. Gosto do painel vermelho a servir de fundo.

11
D
Dida
em 2013-10-17 23:52:30

dá vontade de virar a carta para ver qual é o naipe.
ai não é uma carta?
aqui em casa havia um baralho com esse desenho por trás :-)
Essa cabecinha...

12
L
Lis
em 2013-10-18 01:45:26

A sétima Arte tinha de iniciar na França _ país poético de Baudelaire...
_e a jarrinha com essa imensa plateia no escuro, pode ser um símbolo ou coisa assim. rs
Eu gostei e deu saudade do escurinho do cinema o barulhinho das balas se abrindo e o cheirinho de pipoca no ar...
abraços Remus

13
M
Manu
em 2013-10-18 10:39:59

Adorei este tom como pano de fundo, muito apropriada para a informação que nos deixou sobre o nascimento da sétima arte, sendo a foto a oitava :)

14
A
Ana Lúcia
em 2013-10-18 16:25:23

:) Sempre muito criativo!

15
M
Margot Félix
em 2013-10-20 01:07:54

Ficou tão boa e intrigante que nem tenho o que dizer...

16
R
Rute
em 2013-10-20 20:06:07

Ardem-me os olhos...mas gostei do resultado final:)
1 beijo

17
J
Julie Brown
em 2013-10-21 11:57:12

A simple composition, yet compelling.

18
H
Helena Prata
em 2013-10-21 23:05:38

Esta foto precisa de uma legenda :-P mas seja lá o que for que faz aquele efeito por trás da jarra, ficou muito bem. Muita criatividade.

19
R
Rue Du Lavoir
em 2013-10-25 12:46:00

Great composition. Very creative too.

20
R
Roadrunner
em 2013-10-26 22:31:49

Isto é serviço público! Muito bem!

Saudações!

21
R
Remus
em 2013-10-31 09:50:25

Muito obrigado pelos vossos, sempre importantes, comentários.

Questiuncas: Nunca ouviste dizer: "Mas que lindo par de jarras"? :-) Esta fotografia nasceu em consequência de outras, que tirei com fundos claramente marcantes e vibrantes. Tirei fotografias a vários objectos, sendo que a jarra foi um deles. Esta fotografia acabou por ser escolhida para publicação, porque dá-me a sensação de ecrã de cinema. Daí a associação entre a foto e o texto.
Willem and Julie Brown: Thank you.
João Menéres: O filme já saiu de exibição. ;-)
Jéfferson Cezimbra: Nua ou vestida? :-P
Dida: Agora que fala nisso... :-)
Rue Du Lavoir: Thank you.

22
L
Luislapa
em 2013-11-04 19:14:01

De belo efeito!!

23
R
Rian
em 2013-11-13 01:30:45

great minimalism here, nice work.

24
A
Alex
em 2013-11-16 00:05:30

nao sei como foi feito... mas o efeito resultou brilhante

25
M
Maria Antonieta
em 2018-08-02 13:42:14

O cinema não é fácil.
Porque a vida é complexa
e a arte indefinível,
Indefinível será a vida
e a arte complicada.
A arte é como uma "indústria",
A vida, a "matéria-prima"
E a "máquina" o homem
Cuja natureza
Tanto produz uma como outra.

A vida é banal,
Efêmera e fugaz,
Onde tudo mais ou menos se repete,
Para logo se escapar
A cada milionésimo de segundo.

Poema Cinematográfico, de Manoel de Oliveira.

Gostou? Eu, também! :)

26
R
Remus
em 2018-08-02 21:50:35

Maria Antonieta: Bem... Então posso dizer que ele seria melhor escritor do que realizador. Mas é apenas a minha opinião, de alguém que não liga nada a cinema...

27
M
Maria Antonieta
em 2018-08-02 22:28:13

Eu adoro cinema, mas não sou fã dos filmes de Manoel de Oliveira, e concordo consigo, sim...