Pontos deVistas

A melhor lente de uma câmara é o nosso olhar.

De perfil Anterior Seguinte

De perfil

       Anterior Seguinte       

#Fauna

Num tempo já muito, muito distante, ainda o ano 2000 cheirava a fresco, existia um burrinho chamado Coelho. Um burrinho aparentemente muito trabalhador, de reconhecido mérito em vários lugares e que fazia os mais variados trabalhos árduos. Mas por outro lado, se calhar devido ao tanto trabalho que fazia, era muito esquecido e desconhecedor das leis fiscais. Por isso é totalmente compreensível, que em determinados anos, tivesse esquecido de pagar os respectivos impostos.
A vida vai passando e ao longo dos anos ele começa a melhorar de vida, passa a comer só da melhor palha e das ervas mais frescas. Por ironia do destino, até passa a ser o chefe de todos os burros dessa grande aldeia.
Mas mesmo neste mundo encantado de burros, nada se esquece e mais tarde ou mais cedo, tudo vem ao de cima. Quando o burro Coelho já começa a trabalhar para uma próxima candidatura a chefe dos burros, um dado jornal, daqueles de leitura obrigatória na casa de banho, trouxe para as luzes da ribalta o tal aparente esquecimento do pagamento dos impostos do burrinho. Completamente desnorteado, porque não quer que os restantes burros pensem mal dele, apressa-se a pagar os valores em dívida e os respectivos juros, dizendo em todo o caso aos quatro ventos, que apesar de ser o chefe dos burros, "Não sou um cidadão perfeito" mas "não usei o lugar para enriquecer". A primeira parte é totalmente verdadeira, de perfeito ele não tem nada, já a segunda parte, só o tempo o dirá. Porque parece-me que daqui a uns anos, vamos descobrir mais coisas do burro Coelho.

Esta é uma história ficcional, qualquer semelhança com a realidade, terá sido pura coincidência.

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 2391
Publicação: 2015-03-09
Grupo: Fauna
Câmara: KODAK DX6490
Abertura: f 3.2
Distância focal: 11.1 mm
Velocidade do obturador: 1/180 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

«Himantopus Himantopus» Pequenos e em declínio Monte de Santo Estêvão The hanging tree Dia Internacional da Língua Materna Dá-me música Felicidade TNT

  Escolha da semana

Sayami.de: Tage am Fluß
Sayami.de: Tage am Fluß

  Comentários

Existem 20 pontos de vista. Quem será o próximo?
Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar
01
Gravatar Jarek
em 2015-03-09 18:15:14

So cute :-)

02
Gravatar Willem
em 2015-03-09 20:13:24

Beautiful light in this great and sharp portrait.

03
Gravatar Manu
em 2015-03-09 20:28:22

Ainda bem que a história é ficcional, porque este burrinho da fotografia não merece ser insultado e acusado de esquecimento por não cumprir as suas obrigações fiscais.
Ficou com um ar de inocente e espero que não seja um burro de carga, que seja só daqueles que se passeiam pelos campos como prova que não está em vias extinção, como se chegou a vaticinar.
A definição ficou perfeita, um retrato de fazer inveja a muita gente que posa por aí ;)

04
Gravatar Ana Lúcia
em 2015-03-09 20:56:06

:D Remus!!! Brilhante! Viraste um contador de histórias (mas aconselho-te a colocares umas princesas e fadas na história, porque isso de roubos é mais para meninos, as meninas não curtem esse tipo de histórias).

05
Gravatar Elisa Fardilha
em 2015-03-09 21:01:02

O burro da tua excelente foto não merece este "insulto"!!!
Há burros e BURROS!!!

Beijinhos.

06
Gravatar Ana Lúcia
em 2015-03-09 21:03:46

Obrigada pela escolha da semana. :)
Fi-la numa subida complicada pelo rio Akchour, a caminho da ponte de Deus, já aborrecida, porque tinha o sensor sujo.

07
Gravatar João Menéres
em 2015-03-09 23:57:06

É lindo este burro malhado!
Ea foto mostra bem!

08
Gravatar Dalmeida
em 2015-03-10 00:05:50

Tenho uma paixão por burros! Adoro este animal! Pena a comparação política... aliás, acho sempre injusta esta nossa mania de usar os pobres animais como insulto. Mas à parte os à partes, este burro é lindo! O Remus não se agarrou a ele? Eu não o teria largado mais! Sou uma melga! (Vê, lá está a tal cena das comparações :D, que culpa tem a melga? :D)

09
Gravatar Alex
em 2015-03-10 00:11:11

que bonita crina! :)

10
Gravatar Ana Freire
em 2015-03-10 02:16:07

E asnos seremos... se ele for novamente eleito...
Excelente imagem!

11
Gravatar Lis
em 2015-03-10 11:47:40

Está com ar tristonho o burrico.
E bem cuidado com o pêlo limpinho.Bonito !
Concordo que nao merece tal comparação.
Coelho é coelho e burro é burro rsrs
um abraço

12
Gravatar Roadrunner
em 2015-03-10 22:03:11

Não será uma mula?

13
Gravatar Paulo César Silva
em 2015-03-10 22:21:08

coitadinho... ele até é fofinho e o Remus resolveu insulta-lo, comparando-o aquele animal repugnante, o politico Coelho!!!!
eu confiava mais depressa neste burro Coelho do que no politico Coelho!!!
excelente retrato (apesar dos insultos) :)

14
Gravatar Questiuncas
em 2015-03-11 09:11:57

Havia necessidade de insultar o burro?
Porquê esta violência para com o burro?
Não bastava chamar os bois pelos nomes?
Oh diabo!!! Já estou a insultar o boi, não era preciso.
As coisas que o Remus me leva a fazer.

15
Gravatar Luis Lapa
em 2015-03-11 20:28:36

Bom momento!!

16
Gravatar Pat
em 2015-03-12 19:21:57

Nice profile and beautiful image definition

17
Gravatar Rute
em 2015-03-12 23:39:51

Tão fofinho, este burrico... coitadinho, não havia necessidade de insultar o pobre do bichinho.
1 beijo

18
Gravatar Cristina
em 2015-03-13 00:33:44

Olha o burrinho que bonito.

19
Gravatar Dida
em 2015-03-17 16:26:31

Cuidado: burro que é burro - dá coice!
O Coelho apenas tem andado aos pulinhos...
:-)

20
Gravatar Remus
em 2015-03-25 22:08:08

Em nome do burro deste lado, muito obrigado pelos vossos comentários e visitas.

Jarek and Willem: Thank you.
Ana Lúcia: Obrigado pelas dicas. É certo que tenho que agradar a um público mais alargado. :-P
Dalmeida: Por acaso não toquei nele e se calhar ele até queria ser tocado... Foi um momento que se perdeu. Quem sabe o amor que poderia ter nascido. ;-)
Roadrunner: Isso por acaso não sei... Se calhar até é.
Pat: Merci.
Dida: Pulinhos... :-D :-D