Pontos deVistas

Viver sem amigos não é viver.

Havia Anterior Seguinte

Havia

       Anterior Seguinte       

#Black&White

No jardim povoado
pela minha infância
havia
um
patinho feio,
que depois virou cisne,
um
gato,
que usava botas,
um
cão,
que era amigo dos moscãoteiros,
um
chapéu,
que tinha três bicos,
um
baloiço,
pendurado no ramo da figueira,
um
tanque da roupa,
que se transformava numa autêntica piscina,
também havia
camélias
aranhas
ameixas
limões
espigas de milho
batatas
...
Havia muitas coisas,
mas não havia destas coisas.

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 2923
Publicação: 2017-02-07
Grupo: Preto e Branco
Câmara: KODAK DX6490
Abertura: f 4.5
Distância focal: 15.6 mm
Velocidade do obturador: 1/500 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

Quando o vento mal bulia Uma espécie de selfie Órgão vestibulococlear Brindemos a isso... Lembras-te deste dia? Em reparação O Alto Alentejo Quando eu morrer, não faças disparates

  Escolha da semana

Arco-Íris Reloaded: In the woods
Arco-Íris Reloaded: In the woods

  Comentários

Existem 16 pontos de vista. Quem será o próximo?
MEWOSALJQKDACDMR
01
M
Manu
em 2017-02-07 13:11:15

No meu jardim também havia tudo isso, só faltava mesmo umas cordas como estas para eu trepar :P
Excelente grafismo.

02
E
Elisa Fardilha
em 2017-02-07 17:02:09

No meu também...
Essa rede e um "monumento" aos pescadores???

Seja o que for, a foto está original!
Com este idade já não me aventurava a trepá-la como a Manu.

Beijinhos.

03
W
Willem
em 2017-02-07 17:19:35

Interesting photo, attractive and nicely framed.

04
O
Omid
em 2017-02-07 18:14:31

Excellent!

05
S
Steven
em 2017-02-07 19:00:42

Excellent silhouette and patterns captured in this rope climbing apparatus!!

06
A
Ana Lúcia
em 2017-02-07 20:49:44

Adorei o teu jardim... No meu jardim havia árvores a que trepava e onde brincava com os meus "amigos" imaginários. Muito melhor coisas destas.
A foto ficou maravilhosa com este fundo ligeiramente dourado.

07
L
L Reis
em 2017-02-07 21:39:05

Pronto, já percebi tudo... com as coisas que povoaram esta infância, o resultado só podia ter sido o que foi! :):)
Agora a sério: conseguiste escrever uma das melhores definições de infância que já alguma vez vi... não falta lá nada... mesmo não havendo destas coisas de subir e descer. Fizeste-me lembrar o António Gedeão e o seu poema "Fecho Éclair". :):)
O grafismo ficou muito apelativo e, para quem nunca tenha visto uma coisa destas, deve ser uma fotografia muito intrigante.
Pela primeira vez, ia sair deste blog sem estar muito perturbada, mas eis que dou por mim a cantar, "D'artacão, D'artacão - Correndo grandes perigos, D'artacão D'artacão - Perseguem os bandidos, D'artacão, D'atacão..." Estou portanto em modo "Avô Cantigas"... ERA UMA VEZ OS TRÊS, OS FAMOSOS MOSCÃOTEIROS, DO PEQUENO D'ARTACÃO, TÃO BONS COMPANHEIROS (agora em modo soprano)...

08
J
João Menéres
em 2017-02-07 23:11:09

O REMUS a estruturar a Torre Eiffel no seu jardim para mais tarde facturar!

(Sou menos imaginativo que a L. Reis!).

Mas a imagem, SENHOR REMUS, está muito descentrada!
(Até kimfim encontro algo por onde poder pegar, co'os raios!).

09
Q
Questiuncas
em 2017-02-08 14:48:22

Conforme resposta ao mail que enviei à poucos segundos, cá estou eu a tentar.
Assim sendo, aproveito para perguntar se esta fotografia é um crop de uma utilizada. Não sei precisar quando, mas certamente que há mais de um ano.
Era uma fotografia em que esta estrutura, que serve para as crianças brincarem e se calhar aleijarem-se, aparecia por completo.
Tentei, ninguém pode dizer que não tentei.

10
K
Kaipiroska
em 2017-02-08 15:37:27

Uma teia complicada mas simplesmente fotografada. Gosto deste (simples e limpo) grafismo.

11
D
Dida
em 2017-02-10 00:05:31

A foto faz-nos viajar no tempo. Adorei a descrição infantil do Remus. Lindo! O meu baloiço foi feito pela minha mãe. (A minha era uma engenhocas). Um Eucalipto roubado no monte perto de casa. Uns pregos enormes a segurar, uma corda amarrada e uma tábua para servir de assento. Ficava debaixo do pessegueiro. Abanava que e inclinava-se que se fartava, mas era um baloiço. Eu tive um baloiço.
Uma bicicleta, não! (não se podia roubar no monte). :-)

12
A
Alex
em 2017-02-10 00:29:05

... e se procurares, ainda deve haver... :)

que grafismo bacana... :) o preto e branco foi o toque final

13
C
Camerando
em 2017-02-11 17:10:13

O que me resta comentar? Simples e perfeito (novamente).
Quando eu crescer quero conseguir expor meus sentimentos assim: fotograficamente e textualmente (o texto é de sua autoria?).

Congratulações Fotográficas.

14
D
Dragonstar
em 2017-02-26 14:21:02

Such wonderful patterns! I like this very much.

15
M
Molly
em 2017-02-27 11:13:59

Great contrasting black and white shot

Mollyx

16
R
Remus
em 2017-03-12 21:19:14

Estou muito grato pelas vossas palavras e visitas.

Elisa Fardilha: É uma estrutura de um parque infantil. Pelos vistos, a canalha pode trepar pelas cordas e fazer como os macacos. ;-)
Willem, Omid, Steven, Dragonstar and Molly: Thank you.
João Menéres: E acha que descentrada ficou muito mal?
Questiuncas: Esta fotografia é uma fotografia diferente, tirada no mesmo dia que as outras: Pegue e A rede que nos liga.
Camerando: Sim. O texto é meu. Quando não é, eu coloco sempre a indicação de quem escreveu o texto.