Pontos deVistas

O maior erro dos "espertos" é achar que podem fazer todos de otários.

Invenção da Água Anterior Seguinte

Invenção da Água

       Anterior Seguinte       

#Water

Como muito bem se sabe, no princípio não havia água.
Só havia o verbo.
Depois apareceram o sujeito e o complemento directo.
Mas de água, nada.

Então todos começaram a beber vinho e Deus achou que era bom.
E lá isso era!

No entanto, com o aparecimento das primeiras culturas
do tipo comercial, tornou-se evidente
a falta de qualquer coisa
que pudesse aumentar a produção do vinho
e torná-lo mais rentável.

Era a água, claro.

Mas não havia água, como já fizemos notar.
As primeiras pesquisas,
então ainda bastante primitivas,
levaram à descoberta da água-pé.

Embora curiosa, essa descoberta não resolveu,
de forma alguma, o fim pretendido.
Continuava a não haver água. As pesquisas prosseguiram.

Felizmente o homem é assim, nunca desiste.
É isso que faz o progresso.
E largos tempos passados chegou-se a nova descoberta:
a aguardente.

Era melhor, não duvidemos, mas realmente não era o desejado.
Faltava a água. Definitivamente.
As civilizações pastoris, no seu nomadismo constante,
descobriram, acidentalmente, a água-bórica que,
aliás, nunca serviu para nada. Coisas de nómades.

Foi então que no seio das culturas orientais
mais avançadas tecnologicamente,
surgiu a grande invenção:
um misterioso pó branco que,
deitado em mínima quantidade num litro de água,
o convertia,
quase milagrosamente,
num litro de água.
ESTAVA INVENTADA A ÁGUA

Inicialmente rara e só usada para fazer vinho,
tornou-se no entanto com o desenvolvimento industrial,
bastante acessível e abundante.

Ergueram-se os primeiros lagos,
deu-se início aos rios pequeninos e,
finalmente surgiram os rios maiores,
aqueles muito grandes,
que consta várias pessoas já terem visto por aí.

Este progressivo desenvolvimento líquido
teve como consequência
o aparecimento de poderosas civilizações marítimas,
que se desenvolveram de tal maneira que nos puseram
no brilhante estado em que nos encontramos.

É o que fazem as invenções.

No entanto, e mesmo com a actual abundância,
não devemos abusar, dada a tremenda
explosão demográfica que se está registando.

Parece-nos mais prudente beber gin. Sempre.

Texto «A Invenção da Água» de Mário-Henrique Leiria.

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 3334
Publicação: 2018-08-02
Grupo: Água
Câmara: NIKON D90
Abertura: f 5.6
Distância focal: 200 mm
Velocidade do obturador: 1/15 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

Tão só! História mal vendida Chama azul Orientação nascente Sou um esfrincha Grande sorriso Teia tecida, teia rasgada No tempo em que eras menino

  Escolha da semana

Arco-Íris Reloaded: Cascata da Pedra Ferida
Arco-Íris Reloaded: Cascata da Pedra Ferida

  Comentários

Existem 12 pontos de vista. Quem será o próximo?
Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar
01
Gravatar Maria Antonieta
em 2018-08-02 22:24:50

O Mário-Henrique Leiria era um brincalhão e um grande poeta.
Já leu os seus Contos do Gin-Tónico? Qual deles o mais divertido.

Uma caipinha? Apesar do rescaldo abrasador do dia d'hoje, era capaz de beber um golinho desse copo...

02
Gravatar Steven
em 2018-08-02 23:35:16

A thought-provoking narrative that complements the refreshness of this photo!

03
Gravatar Oldshutterhand
em 2018-08-03 06:40:03

In the past, ships drank alcohol instead of water because it did not spoil. Staying on the right course has not always been easy.

04
Gravatar Ana Lúcia
em 2018-08-03 09:33:14

mas onde está a água nesta fotografia?!!! Hummmmm... Nos cubos de gelo?! Mas os cubos de gelo, são cubos de gelo, e gelo não se pode beber!!!!! E não me venha dizer que gelo é água no estado sólido, porque vapor de água, água e gelo não são a mesma coisa!!! Tente beber gin congelado!!! Mas tenho que reconhecer que esta limonada, com cheirinho de hortelã tem um ar muito fresquinho e apetecível. :)

05
Gravatar Willem
em 2018-08-03 17:43:38

A refreshing looking photo, beautiful composition and again a fantastic exposure.

06
Gravatar Manu
em 2018-08-04 08:22:46

Tive que me rir com o vídeo, deste grande actor!
Fiquei aqui a olhar este copinho de gin, ou será caipirinha? Nestes dias de canícula qualquer coisa fresca marcha :P
Refrescante este olhar e com o calor que está hoje vou-me lembrar desta foto e sentar-me numa esplanada e pedir:
_ Faxfavor sirva-ma um gin à la Remus :)

07
Gravatar Elisa Fardilha
em 2018-08-05 08:44:46

Não gosto de gin, mas uma limonada bebia|
Já não sei que fazer com este calor intenso!
Que venha um inverno extremo!

Voltando à foto... amei!

Beijinhos.

08
Gravatar Roadrunner
em 2018-08-05 12:37:27

Apoiado! E este está mesmo apetitoso! Viva o gin!😋

09
Gravatar Omar
em 2018-08-10 17:09:55

Salute!

10
Gravatar Alex
em 2018-08-13 22:19:52

Mas que bela invenção... :)a fotografia está muito apelativa

11
Gravatar Omid
em 2018-08-14 22:57:29

Mmmm...! :)
very nice shot!

12
Gravatar Remus
em 2018-08-27 21:10:45

Muito obrigado pelas vossas visitas e palavras.

Maria Antonieta: Não. Agora de memória, acho que nunca li nada dele.
Steven, Oldshutterhand, Willem, Omar and Omid: Thanks.
Ana Lúcia: Não sejas incrédula mas crente. A água existe em todas as coisas. ;-)
Manu: Não pode ser antes um copinho de vinho? Para mim é mais fácil de servir. :-D