Pontos deVistas

Quanto mais se quer, melhor se quer.

É à luz do candeeiro Anterior Seguinte

É à luz do candeeiro

       Anterior Seguinte       

#Object

É à luz do candeeiro na tua sala
que encontro o resguardo
da minha própria sombra.
Perdia-me na minha noite,
vagabundo, derrubado, derrotado,
renegado pela minha concepção de mim,
ainda que a mim imposta...
Sempre tive escolha e não escolhi.
Sempre tive na minha mão
a segurança de que o Mundo
é outro e não este;
de que o véu é um véu
e não o escuro fundo
de uma existência funesta.

É à luz do candeeiro dos teus sonhos
que descubro,
enquanto a nossa carne se fricciona,
que a Alma afinal redescobre-se
a cada orgasmo,
pelo poder das feromonas que acciona
em nós, o entusiasmo de estar vivo.
Podia continuar perdido mas encontrei-te;
e contigo nesta sala das nossas noites
descobri o dia de sol que sempre quís ver;
rebolei nas concepções de amor e Amor
e nunca me pediste que voltasse
aos teus braços, nunca!
Nunca pediste que nos soldasse num compromisso...

E é isso que faz com que permaneça
o Desejo que nos mantém quentes,
noite após noite,
sem esperança,
nem vontade,
que amanheça...

Poema «Candeeiro» de Rui Diniz.

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 3510
Publicação: 2019-03-22
Grupo: Objectos
Câmara: KODAK DX6490
Abertura: f 2.8
Distância focal: 6.3 mm
Velocidade do obturador: 1/20 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

Terra da cor dos olhos de quem olha 5 gramas Como grades E este? Escolher a própria máscara Arestas Língua de fora Lar e família

  Escolha da semana

Arco-Íris Reloaded: Se ao dizer adeus à vida...
Arco-Íris Reloaded: Se ao dizer adeus à vida...

  Comentários

Existem 13 pontos de vista. Quem será o próximo?
Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar
01
Gravatar Omar
em 2019-03-23 12:07:18

Magic light! I like the glow and shadows at the wall.

02
Gravatar Ana Lúcia
em 2019-03-23 13:08:59

Equilíbrio de luz, tonalidades, simetria... Genial.

03
Gravatar Steven
em 2019-03-23 18:59:04

As Ana points out, I love the symmetry of light and shadow here!
Great poem as well.

04
Gravatar Maria Antonieta
em 2019-03-23 20:23:02

Então esta iluminação não era suposto ser um candeeiro à média-luz, numa mesinha ao canto de um bar, para um encontro romântico?

Andamos sempre desencontrados... ;)

05
Gravatar João Menéres
em 2019-03-24 01:06:29

Imagem muito mais que equilibrada, Remus.
Gostava de ter à vista o poema para dizer algo mais. Sempre me esqueço que no PONTOS DE VISTAS isso não acontece.

06
Gravatar Manu
em 2019-03-24 21:10:38

Mas quanto romantismo!
E o poema? Ui, ui...muito amor :)
Sobre a foto, acho que está perfeita!

07
Gravatar Filipe
em 2019-03-25 15:38:05

Excelente fotografia bem capturada mesmo com muita luz. Realmente a fotografia é uma arte que ainda me é desconhecida.

08
Gravatar Roland Theys
em 2019-03-25 19:38:24

Wow, superbe, j'adore

09
Gravatar Omid
em 2019-03-26 09:15:32

such beautiful frame, tone, lights & shadows!
L O V E L Y!

10
Gravatar Willem
em 2019-03-27 16:12:10

Beautiful in all its simplicity.

11
Gravatar Roadrunner
em 2019-03-31 10:46:02

Foto aprovada com distinção, gosto bastante, e até podia ser enquadrada num bom momento de um filme de terror!😁

12
Gravatar Alex
em 2019-04-06 11:36:10

que grafismo... brutal!

13
Gravatar Remus
em 2019-04-22 16:34:12

Agradeço as vossas palavras e presença assídua.

Omar, Steven, Omid and Willem: Thank you.
Maria Antonieta: E esta luz não pode estar por cima... do divã? É demasiado forte? :-P :-D
João Menéres: Acontece... basta que mude de janela. A janela onde escreve o comentário, é uma janela à parte. ;-)
Roland Theys: Merci.