Pontos deVistas

A melhor lente de uma câmara é o nosso olhar.

Estilhaçada pelo pormenor Anterior Seguinte

Estilhaçada pelo pormenor

       Anterior Seguinte       

#Water

Vivemos mesquinhamente, quais formigas, ainda que a fábula nos relate que há muito tempo atrás fomos transformados em homens; como os pigmeus lutamos com gruas; e é erro sobre erro, remendo sobre remendo, e a nossa melhor virtude decorre de uma miséria supérflua e evitável. A nossa vida é estilhaçada pelo pormenor.
Um homem honesto dificilmente precisa de contar para além dos seus dez dedos das mãos, acrescentando, em caso extremo, os seus dez dedos dos pés, e o resto que se amontoe. Simplicidade, simplicidade, simplicidade! Digo: ocupai-vos de dois ou três afazeres, e não de cem ou mil; contai meia dúzia em vez de um milhão e tomai nota das receitas e despesas na ponta do polegar. A meio do agitado mar da vida civilizada, tantas são as nuvens, as tempestades, as areias movediças, tantos são os mil e um imprevistos a ser levados em conta, que para não se afundar, para não ir a pique antes de chegar ao porto, um homem tem de ser um grande calculista para lograr êxito.
Simplificar, simplificar, simplificar. Em vez de três refeições por dia, se preciso for, comer apenas uma; em vez de cem pratos, cinco; e reduzir proporcionalmente as outras coisas.

Texto de Henry David Thoreau, in "Walden".

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 3807
Publicação: 2020-03-17
Grupo: Água
Câmara: NIKON D90
Abertura: f 4.5
Distância focal: 50 mm
Velocidade do obturador: 1/640 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

Casa dos livros Planalto rodeado de montanhas À aristocrata Suculentas Tapete verde Não há liberdade absoluta À espera de inquilino «Porphyrio Porphyrio»

  Escolha da semana

Existe um Olhar: A visita do Malaquias
Existe um Olhar: A visita do Malaquias

  Comentários

Existem 11 pontos de vista. Quem será o próximo?
AJJJMWSJOLR
01
A
Ana Lúcia
em 2020-03-17 09:00:52

Adorei a fotografia!!! Já o texto... não consigo ver a ligação.

02
J
Janita
em 2020-03-17 11:44:52

Um texto que aconselha comedimento... e uma fotografia que extravasa de cor e luz, numa mistura de molas da roupa e... efeitos visuais?!?!

Será essa a 'analogia'?... Diga, diga, Remusinho. Estamos aqui em pulgas. :]

03
J
Janita
em 2020-03-17 11:45:46

Diacho... para onde voou o raio do meu comentário?

04
J
Janita
em 2020-03-17 11:48:56

... :[ será assim a cara zangada? :[

05
M
Manu
em 2020-03-17 13:57:03

O Remus não poupou, não simplificou, em vez disso deu-nos a ver um conjunto maravilhoso de cores :)

06
W
Willem
em 2020-03-17 17:05:47

A beautiful explosion of colors and photo result.

07
S
Steven
em 2020-03-17 18:12:33

An eye-catching composition with beautiful colors! How you achieved this result leaves me in wonder.

08
J
João Menéres
em 2020-03-17 19:09:36

Até pensei que era o Remus no seu laboratório a dar cabo do COVID 19 !
Afinal esta a brincar às molas da roupa.

09
O
Omid
em 2020-03-17 20:02:41

such beautiful colors & reflections!
Lovely !!!!!

10
L
Lis
em 2020-03-17 20:06:19

Representa bem a confusão do momento_ não é o tom do inverno e muito menos do verão_afinal estava a estação a sair para dar espaço às belíssimas cores do outono e da primavera.e eis que surge esse frio e e esse calor na espinha a imaginar o mundo um caos.
Um 'pormenor ' a estilhaçar vidas!
Melhor voltarmos à construção de sonhos_dos nossos afetos e dos outros e cuidar para que não sejamos todos estilhaçados.
Boa reflexão Remus

11
R
Roadrunner
em 2020-03-22 17:34:50

Ora aqui estão dois excelentes momentos, uma foto magistral acompanhada de um igualmente magistral texto do Thoreau! 👏