Pontos deVistas

Só há um tipo de amor que dura, o não correspondido.

Eu espreito Anterior Seguinte

Eu espreito

       Anterior Seguinte       

#Experiment

Minho verde
Terra de encantos
Onde a tristeza não quer morar
De quem chora pelos cantos
O vento leva seus prantos
Para a alegria reinar.

E eu ouvi de quem sabia
Que sempre que nasce um dia
É razão para festejar.

Minho verde
Terra de encantos
E beleza para me inspirar
Mas os verdes dos teus mantos
Ai são tantos, tantos, tantos
Que não me atrevo a pintar.

É lindo esse verde véu
Entro nele, espreito o céu
Sem saudade de abalar

Minho verde
Terra de encantos
O teu perfume paira no ar
Abençoado pelos santos
Bendito por todos quantos
Em ti vêm passear.

Subo em ti, estou cá no alto
E o meu peito deu um salto
Ai que vontade de voar.

Minho verde
Terra de encantos
Onde os rios sabem cantar
Por entre sombras e recantos
Vão correndo aos solavancos
Para dar de beber ao mar.

Cá do mar eu espreito a serra
E o verde que esconde a terra
É o da esperança de voltar.

Poema «Minho Verde» de Octávio Cardoso.

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 4424
Publicação: 2022-04-22
Grupo: Experiências
Câmara: NIKON D90
Abertura: f 5
Distância focal: 27 mm
Velocidade do obturador: 1/250 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

Gónadas Glóbulos Quando o amarelo não se espalha pelo ar Mais dia menos dia... Mimosa peixeira Misericórdia do Mar Nu dos enfeites da arte Nostofobia

  Escolha da semana

To whom it may concern: Mus, Passeridae
To whom it may concern: Mus, Passeridae

  Comentários

Existem 4 pontos de vista. Quem será o próximo?
WLMR
01
W
Willem
em 2022-04-22 18:59:24

A well framed and exposed photo of this vista.

02
L
L Reis
em 2022-04-22 19:31:42

Espreita? Pois até aí tudo bem. A seteira foi mesmo feita para espreitar, só não percebo o que é que ali estava a fazer? Só não percebo por que razão, em vez de estar com uma besta ou um arcabuz na mão, a defender a nossa terra do invasor, estava antes entretidinho a tirar fotografias. Dou graças a deus que não tenha vivido há uns séculos atrás ou os mouros tinham-nos chamado um figo!
(A espreitadela e a sua moldura de pedra resultaram muito bem e, não sei se foi propositado, ou do ângulo escolhido, mas gostei da inclusão da esquina a meio plano)

03
M
Manu
em 2022-04-23 20:19:29

Foi espreitar?
Felizmente estava bem protegido, já a seteira dá para ver e não ser visto.
Como felizmente não estamos em guerra, deduza mais abaixo estaria uma bela donzela
Uma moldura medieval que ficou muito bem.

04
R
Roadrunner
em 2022-04-24 20:36:50

Espreite-se então um pouco de Minho verde. E ao mesmo tempo pode ser também uma malga de vinho verde. 😋