Pontos deVistas

O bom fotógrafo não tira fotos. Eterniza momentos.

Que história vamos inventar? Anterior Seguinte

Que história vamos inventar?

       Anterior Seguinte       

#Experiment

Aurora para trás deixaste
as portas escuras de um segredo.
Na memória
o susto insistia em nominar
quando falar da vida
deixava incompleto o res do altar.
Passada é a conjugação:
estágio além de um mero corpo humano.
Uns se vão
alinhados estão pelas colunasos corpos mártires – 
os membros são a saga de si próprios.
O sol de hoje é o futuro.
“Assim se escreve o futuro”, disseste.
Meu irmão, minha irmã
moramos aqui na casa de nossa avó
que não se lembra de quem herdou essa casa.
Olhem o jardim
vejam essas sombras no muro:
que história vamos inventar?

Poema «Herança» de Marcos Medeiros.

  Informação técnica

Fotografia N.º: 4604
Publicação: 2022-11-30
Grupo: Experiências
Câmara: KODAK DX6490
Abertura: f 2.8
Distância focal: 6.3 mm (35mm equiv.: 36 mm)
Velocidade do obturador: 1/350 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

Secura dos nossos dias Fofinho 18.º aniversário do Pontos de Vistas Encontrei uma bicha no jardim Uvas boas Esfregão espiral Festa possível Humanidade irá perceber

  Escolha da semana

A Left-Eyed View - The Tickle of Anthers and Filaments
A Left-Eyed View - The Tickle of Anthers and Filaments

  Comentários

Existem 11 pontos de vista. Quem será o próximo?
JJSDMWLLARR
01
J
Janita
em 2022-11-30 15:18:49

Sei lá!!!!!

02
J
Janita
em 2022-11-30 15:19:48

Nem sequer sei o que significa a imagem... :P

03
S
Steven
em 2022-11-30 17:21:07

It is a bit ominous with the shadow cast against the colorful wall.

04
D
Dida
em 2022-12-01 01:53:48

Enigma.
De uma coisa qualquer.
:-)
Bom feriado

05
M
Manu
em 2022-12-01 14:59:47

Eu até tenho uma ideia, mas é melhor ficar calada, senão sai asneira :P

06
W
Willem
em 2022-12-01 19:46:18

I like her shadow effect in this photo, good photography work.

07
L
L Reis
em 2022-12-01 20:01:09

Era uma vez uma sombra de um muro. Era direita, retilínea e bocejava dias a fio, presa na monotonia da sua perfeita geometria. Cismou, cismou, tornou a cismar, cismou outra vez e, de repente, na sua lentidão de sombra, teve uma ideia brilhante, tão brilhante que até a parede onde se apoiava se acendeu em vermelho. Se bem (e devagar) o pensou, melhor o fez. Estendeu os braços, agarrou-se à parede e trepou por ali fora, abraçando a luz e tudo o que encontrava pelo caminho, incluindo uma formiga que foi completamente apanhada de surpresa.
Moral da história: ser sombra de muro não tem que ser um destino.
FIM

08
L
Lis
em 2022-12-03 23:35:53

Dificil, Remus Nem história, nem parabéns porque está o caos!
Vá saber o que inventou quando fotografou... rs
Explique-se!

09
A
Ana Lúcia
em 2022-12-05 16:33:33

Esta é uma das paredes da Torre da Rapunzel. O príncipe tentou salvá-la mas foi atacado pelo Rato Gigante que se atirou à Torre e fez abrir aquelas fendas por onde saiu um cheiro irresistível a queijo Grana Padano.

10
R
Roadrunner
em 2022-12-06 12:48:55

🤔🥴

11
R
Remus
em 2023-02-20 20:58:56

Agradeço a todos que visitaram e deixaram comentários nesta fotografia.

Steven and Willem: I appreciate your comments.
L Reis: E está muito bem. Inventou uma história muito interessante. :-)
Ana Lúcia: Claramente o príncipe era fraquinho. Era príncipe... nunca deve ter feito nada na vida e por isso foi facilmente atacado por um rato. :-P