Pontos deVistas

Nem relógio trabalha de graça.

Branco do país azul Anterior Seguinte

Branco do país azul

       Anterior Seguinte       

#Graphic

Eis a página em branco do país azul
Alentejo é a última utopia
todas as aves partem para o sul
todas as aves: como a poesia.

Poema «Utopia» de Manuel Alegre.

  Informação técnica

Fotografia N.º: 4561
Publicação: 2022-10-08
Grupo: Grafismos
Câmara: NIKON D90
Abertura: f 8
Distância focal: 24 mm (35mm equiv.: 36 mm)
Velocidade do obturador: 1/800 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

Convoco o grito Torre esguia junto ao céu Serralves em Luz O fidalgo volta já Fofinho Como Como Como Lembras-te de quando chovia? Encontrei uma bicha no jardim

  Escolha da semana

A Left-Eyed View - The Tickle of Anthers and Filaments
A Left-Eyed View - The Tickle of Anthers and Filaments

  Comentários

Existem 8 pontos de vista. Quem será o próximo?
JWRSALLR
01
J
Janita
em 2022-10-08 14:45:07

Muito bonito! Poema e fotografia em sintonia perfeita.

.

02
W
Willem
em 2022-10-08 18:40:43

Everything is correct, well done Remus, I totally agree with Janita.

03
R
Roadrunner
em 2022-10-09 18:07:19

Gostei muito desta não utopia. ✌️

04
S
Steven
em 2022-10-10 18:13:24

A starkness that emphasizes the pristineness!

05
A
Ana Lúcia
em 2022-10-11 21:07:56

A geometria alegre do azul!!! Brutal.

06
L
L Reis
em 2022-10-12 16:23:16

Pois cá está a prova mais que provada da extraordinária força de todas as coisas apenas simples... entre a simplicidade das palavras e aquela da imagem, o meu coração balança... mas como não me apetece desancar o Manuel Alegre, desanco o Remus: canídeo!

07
L
Lis
em 2022-10-12 23:36:25

Gosto do grafismo Remus e azul é o meu forte.

08
R
Remus
em 2022-12-28 20:51:19

Muito obrigado pelas vossas visitas e comentários. Ambos são sempre muito importantes.

Willem and Steven: I appreciate your comments.