Pontos deVistas

Quem não sabe a arte, não a estima.

Liana tropical Anterior Seguinte

Liana tropical

       Anterior Seguinte       

#Edible

Há muitos milhões de anos, este pequeno jardim à beira-mar plantado que actualmente é chamado de Portugal, era uma região muito diferente. Era tendencialmente alagada e de ambiente subtropical. Desse período existem fósseis que apontam para um ambiente semelhante ao de Everglades, uma região pantanosa subtropical na Florida dos Estados Unidos da América.

Mas porque é que eu estou a falar de paleontologia numa fotografia com uvas e videiras?
Porque a família das Vitáceas (Vitaceae) compreende dez géneros de lianas tropicais, entre os quais o género Vitis: as actuais videiras.
O que talvez não saibam, é que no continente americano existe uma maior variedade de espécies de videiras do que na Eurásia (Europa e a Ásia). Isto porque no final do Cretácico o clima mudou. Existiu uma degradação climática generalizada, com significativa descida das temperaturas, pelo que praticamente todas as espécies tropicais e subtropicais acabaram por sucumbir. Eventualmente algumas sobreviveram em refúgios de clima mais ameno ou graças a migrações em direcção a sul. Mas como o continente Europeu possui uma barreira quase intransponível a sul, o mar Mediterrâneo, explica porque no continente americano a taxa de sobrevivência foi mais elevada, com a manutenção de espécies pré‑existentes.
O repovoamento da Europa pela Vitis - vinifera silvestris só ocorreu após a época glaciar, por dispersão natural, devida, por exemplo, a grainhas transportadas por aves.

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 3669
Publicação: 2019-10-10
Grupo: Comestíveis
Câmara: NIKON D90
Abertura: f 5.6
Distância focal: 56 mm
Velocidade do obturador: 1/200 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

Leiteira Berlenga Na colina Corte Mete no porquinho Azulejos padrão O primeiro de todos os meus sonhos «Choeropsis Liberiensis»

  Escolha da semana

Arco-Íris Reloaded: A luz vinha devagar
Arco-Íris Reloaded: A luz vinha devagar

  Comentários

Existem 8 pontos de vista. Quem será o próximo?
JMWAMLRA
01
J
Janita
em 2019-10-10 15:18:18

Não preciso recuar tanto no tempo, como fez o Remus, mas, recuando umas décadas, os cachos de uvas da parreira que meu avô plantou, eram parecidos com esses, diferentes da cor, que era escura.
Por aqui, hoje, as uvas que vejo nos poucos cachos, estão mirradas, secas, doentes, diria..... :(

02
M
Martine Libouton
em 2019-10-10 17:54:08

Une magnifique lumière sur ces beaux raisins!!

03
W
Willem
em 2019-10-10 18:12:51

Mmmm grapes, always good to eat or drink as wine, tasty photo presentation.

04
A
Ana Lúcia
em 2019-10-11 13:47:09

É a altura delas, prefiro as brancas, doces e sem caroços. :)

05
M
Manu
em 2019-10-11 20:05:38

Já percebi, o Remus coloca aqui este paleio todo, para disfarçar.
Penso que é um latifundiário e tem vinhedos a perder de vista :P
Gostei deste cachinho que me abriu o apetite e me recordou a minha infância em que eu adorava vindimar.
Gosto de uvas e raramente faltam cá em casa.
A luminosidade e definição, ficaram muito boas.

06
L
Lis
em 2019-10-15 17:36:42

Deliciosa foto!
E a s informaçoes técnicas valiosas, pra quem entende pouco de uvas. Gosto das verdinhas.
Abraço, Remus

07
R
Remus
em 2019-11-12 21:10:42

Obrigado a todos os que visitaram e deixaram comentários nesta fotografia.

Martine Libouton: Merci.
Willem: Thanks.
Manu: Não tenho vinhas. Esta fotografia não fiz nos meus "domínios" latifundiários. :-D

08
A
Alex
em 2019-11-12 22:56:52

as folhas já estão com uma tonalidade espetacular...