Pontos deVistas

Se queres prever o futuro, estuda o passado.

Dar luz à costa negra Anterior Seguinte

Dar luz à costa negra

       Anterior Seguinte       

#Urbanism

Durante muitos séculos, a costa portuguesa foi conhecida pelos navios que passavam como a “costa negra”, porque não existia qualquer sistema de iluminação que ajudasse à navegação.
Quem fazia mais queixinhas eram os ingleses e o Marquês de Pombal, já farto de os aturar, mandou construir, no final do século XVIII, uma rede de faróis que tornasse a costa mais segura.

O farol do Cabo Espichel foi um desses faróis. Foi construído em 1790 e era alimentado por dezassete candeeiros de azeite que garantiam um alcance luminoso de 13 milhas náuticas. Em 1886, a sua luz passou a ser alimentada por incandescência de vapor de petróleo e, em 1926, por electricidade.
Este farol tem uma altura de 32 metros e está a uma altitude de 168 metros acima do nível do mar. Actualmente possui um alcance de 28 milhas náuticas, que é como quem diz, ligeiramente mais que 50 quilómetros.

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 4308
Publicação: 2021-11-30
Grupo: Urbanismos
Câmara: NIKON D90
Abertura: f 9
Distância focal: 18 mm
Velocidade do obturador: 1/400 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

Ela aqui tão perto 17.º aniversário do Pontos de Vistas No caos vivemos Eu também subi Impetuoso e enérgico «Capreolus Capreolus» Gentes Natural como o levantar-se o vento

  Escolha da semana

Existe um Olhar: Que caminho devo seguir?
Existe um Olhar: Que caminho devo seguir?

  Comentários

Existem 10 pontos de vista. Quem será o próximo?
JMWSAADLLR
01
J
Janita
em 2021-11-30 10:42:08

Não é dos maiores, mas ilumina a grande distância.
Como todos já ouvimos dizer. tamanho não é documento!!
E lá bonito é ele, o Farol do Cabo Espichel.

02
M
Manu
em 2021-11-30 12:48:26

Imponente e bonito!

03
W
Willem
em 2021-11-30 18:32:19

The lighthouse of Cabo Espichel photographed from an imposing point of view.

04
S
Steven
em 2021-11-30 18:48:06

Such a beautiful and stately lighthouse!

05
A
Ana Lúcia
em 2021-12-01 11:05:07

Depois de tantos feitiços:
- Abaffiatooooo
- Petrificus Totaluuuuuus
- Engorgiooooo Agora
Fiquei desmoralizada... Mal tenho forças para agradecer pelo destaque da semana. :)

06
A
Ana Lúcia
em 2021-12-01 11:07:05

Não entrei no farol, mas já me passeei por aí. Gostei da luz que deste ao edifício e de saber dessa história.

07
D
Dida
em 2021-12-02 19:14:00

Nunca nos deviam faltar farois ...
Em terra, mar e ar. :-)
Isto de andar à deriva não é muito agradável.
Gostei da foto e do que nos contou. Sabe muitas coisas interessantes.
Ora, ora...eles queriam luz para nos roubar os grandes malandros.
Que o fizessem batendo de casco nas rochas. :-)

08
L
L Reis
em 2021-12-04 22:10:28

E o Marquês deu à luz muito bem! É um farol escorreito, com um ar honesto e afável e, da última vez que o vi, estava muito bem conservadinho, para quem já vem do tempo do azeite.
Gostei também do pormenor das duas janelas aberta vs. as duas janelas fechadas
(Isto foi tirado com uma grande angular?)

09
L
Lis
em 2021-12-05 13:06:45

Se não bastasse os castelos tem também os faróis que os portugueses não deixaram por cá. Vai saber o motivo rsrs
Gosto imenso da foto, Remus., Queria vê-la mais aberta porque parece que fica num elevado proximo ao mar_ depois volta lá e faz outra pra mim rsrs
beijo

10
R
Roadrunner
em 2021-12-09 15:21:53

Alturas houve em que convinha mesmo que não houvesse luz nenhuma... 🤫