Pontos deVistas

Se dinheiro falasse, o meu diria tchau.

Friamente Anterior Seguinte

Friamente

       Anterior Seguinte       

#Water

Tudo é frio e gelado. O gume dum punhal
Não tem a lividez sinistra da montanha
Quando a noite a inunda dum manto sem igual
De neve branca e fria onde o luar se banha

No entanto que fogo, que lavas, a montanha
Oculta no seu seio de lividez fatal
Tudo é quente lá dentro... e que paixão tamanha
A fria neve envolve em seu vestido ideal!

No gelo da indiferença ocultam-se as paixões
Como no gelo frio do cume da montanha
Se oculta a lava quente do seio dos vulcões...

Assim quando eu te falo alegre, friamente,
Sem um tremor de voz, mal sabes tu que estranha
Paixão, palpita e ruge em mim doida e fremente!

Soneto «Vulcões» de Florbela Espanca.

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 4250
Publicação: 2021-09-19
Grupo: Água
Câmara: NIKON D70
Abertura: f 0
Distância focal: 0 mm
Velocidade do obturador: 1 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

Praia oculta Cor e pormenores Qualquer aventura Na intimidade do imaginário H7 Giraldo Tem talo o grelo No caos vivemos

  Escolha da semana

Arco-Íris Reloaded: Lanterna-das-bruxas
Arco-Íris Reloaded: Lanterna-das-bruxas

  Comentários

Existem 14 pontos de vista. Quem será o próximo?
RWJMMLALDRRALR
01
R
Ryk rdo
em 2021-09-19 21:14:59

Foto e soneto, lindíssimos
Cumprimentos

02
W
Willem
em 2021-09-19 21:20:09

A fantastic photo result.

03
J
Janita
em 2021-09-19 22:08:50

Gostei do calor do Soneto da 'nossa' Florbela... contrabalançou o gelo verde da fotografia. Não consigo definir esse elemento fotografado.
Mas, mesmo incorrendo no risco de se rir de mim, parece-me um grilo ou uma barata congelada, iniciando o processo de descongelamento... :D

04
M
Manu
em 2021-09-20 01:30:06

Como nada pode nascer do nada, não sei como surgiu este efeito. Causou-me curiosidade, que ao invés de ser fria é quente, com tons de verde que escorregam como seiva de alguma planta, isto digo eu que fiquei completamente à nora :P
Gosto deste abstracto.

05
M
Michael Rawluk
em 2021-09-20 03:07:36

That is amazing with the sweet colours ad interesting shapes.

06
L
L Reis
em 2021-09-20 20:35:20

Esta fotografia preocupa-me... acho tudo isto muito preocupante... estou preocupada, portanto.
Se isto é a forma de materializar a paixão que palpita e ruge em si, doida e fremente, isto é capaz de dar direito a divórcio litigioso porque ninguém gosta de levar com uma baldada de água verde e gelada e com muita razão.
Depois há ainda o problema de eu não perceber o que é que criou este efeito entre o abstrato e o alucinado... será que andou a atirar as courgetes para dentro da banheira de uma altura considerável?
O que quer que foi, tenho a certeza que não terá sido algo que as pessoas normais costumam fazer (do mesmo género daqueles que penduram cuecas nas maçanetas...)
Seja como for, gosto deste caos misterioso e mais ainda das nuances esverdungadas.

07
A
Ana Lúcia
em 2021-09-20 22:24:11

Bem, agora que estávamos na Guerra do Faqueiro, em que a infantaria já tina as armas em riste saíste com a Guerra da Água!!!??? Tenho já a declarar que essa água não passou pelos responsáveis da Estação de Tratamento de Água (ETA) não foi purificada e está FORA de VALIDADE!!! O que nem é de admirar, tendo em conta que o nosso Remus tem paletes e paletes de rolos fotográficos fora de validade. Esta água assim tão verdinha e rica em algas só poderá ser o palácio de paramécias e amebas. ;)

08
L
Lis
em 2021-09-22 12:36:56

Fotos abstratas que nos leva a imaginação eu gosto de apreciar, Remus
Essa parece-me em algum canto verde num qualquer dia chuvoso.
Ou não. rs

09
D
Dida
em 2021-09-23 21:52:26

Estou com a L Reis
É mais fácil pendurar nas maçanetas as cuecas do que andar a atirar água... por aí, sabe-se lá, água de quê ou, com o quê...
E porquê? E para quê?
Isto é o quê? Gelatina descongelada? Não quer dizer? Ok!

10
R
Roadrunner
em 2021-09-25 17:00:27

Não sei porquê mas assim de repente esta foto transporta-me para o Alien, o 8. Passageiro. 🤔

11
R
Remus
em 2021-11-08 21:08:38

Obrigado pelas vossas visitas e palavras.

Willem and Michael Rawluk: Thank you.
Janita: Grilo? Barata? Que ideia! É somente um simples cubo de gelo. :-D :-P
Manu: Não tem que ficar à nora nem ao genro, o mistério foi desvendado. :-)
L Reis: Sendo assim, deduzo então que as pessoas normais não fazem cubos de gelo em casa... O resto, é somente luz. :-P
Ana Lúcia: Se é uma "água assim tão verdinha e rica em algas", isso quer dizer que é uma água boa, já que a vida floresce. :-D
Dida: Essa ideia da gelatina é inspiradora. :-D
Roadrunner: Se o transporta... o importante é que volte vivo. :-D

12
A
Ana Lúcia
em 2021-11-08 21:57:26

Pois, mas não é potável. Não a devemos beber.

13
L
L Reis
em 2021-11-20 17:29:10

Fazer fazem... a parte do resto é que me preocupa...
PS: A gelatina não é nada inspirador! Sossegadito!!! (Meu Deus, tenho que ir depressinha comprar gelatina...)

14
R
Remus
em 2021-11-25 21:01:14

Ana Lúcia: Se calhar ao ferver até pode ficar potável e não fazer mal. Experimentas? :-D
L Reis: Ó criatura belzebueira! Porque é que tem que ir "depressinha comprar gelatina"? Será que quer entrar noutra frente de batalha?! Deixe a gelatina estar sossegada! :-D :-P