Pontos deVistas

Tudo se aprende, até a virtude.

É uma quantidade de desilusão Anterior Seguinte

É uma quantidade de desilusão

       Anterior Seguinte       

#filmphoto  #Black&White

Não, não é cansaço...
É uma quantidade de desilusão
Que se me entranha na espécie de pensar,
E um domingo às avessas
Do sentimento,
Um feriado passado no abismo...

Não, cansaço não é...
É eu estar existindo
E também o mundo,
Com tudo aquilo que contém,
Como tudo aquilo que nele se desdobra
E afinal é a mesma coisa variada em cópias iguais.

Não. Cansaço por quê?
É uma sensação abstrata
Da vida concreta —
Qualquer coisa como um grito
Por dar,
Qualquer coisa como uma angústia
Por sofrer,
Ou por sofrer completamente,
Ou por sofrer como...
Sim, ou por sofrer como...
Isso mesmo, como...

Como quê?...
Se soubesse, não haveria em mim este falso cansaço.

(Ai, cegos que cantam na rua,
Que formidável realejo
Que é a guitarra de um, e a viola do outro, e a voz dela!)

Porque oiço, vejo.
Confesso: é cansaço!...

Poema «Não, não é Cansaço...» de Álvaro de Campos, heterónimo de Fernando Pessoa, in "Poemas".

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 3945
Publicação: 2020-08-23
Grupo: Preto e Branco
Câmara: Pentax P30
Abertura:
Distância focal:
Velocidade do obturador:
Flash:

  Mais fotografias

Borrou a perfeição Contorno amarelo Veredas do porvir Há-de flutuar uma cidade Brahma branca Santiago pinta o bago A esfera O de Elvas

  Escolha da semana

EK Images: Parked
EK Images: Parked

  Comentários

Existem 11 pontos de vista. Quem será o próximo?
RAMSJOWLAOA
01
R
Roadrunner
em 2020-08-23 12:14:41

Com tanta desilusão, até a fotografia parece desiludida! 🤪

02
A
Ana Simões
em 2020-08-23 12:40:54

Tão lindo o poema, que não conhecia e adoro Fernando Pessoa e os seus heterónimos.
Não, não foi desilusão não foi o que senti ao ver a foto que está excelente assim como o momento captado.
Muito associado ao poema.
Bom domingo. :-)

03
M
Manu
em 2020-08-23 13:39:05

A escolha do P&B está bem associada ao poema triste do Álvaro de Campos..
Gostei da foto.
Espero que o Remus não esteja assim desiludido :P

04
S
Steven
em 2020-08-23 13:59:52

The towering trees above this man really emphasizes the "amount" you are trying to illustrate.

05
J
Janita
em 2020-08-23 16:01:38

Como suponho que escolhe os poemas, de acordo com as suas fotos e não o contrário, nesta união ficaram bem casados poema-imagem!
Soturnos e abatidos!!
Num dia tão belo de um gloriosos Agosto, é quase sacrilégio... :D

Não amue, não amue que estou a brincar, Mr. Remus. :)

06
O
Omar
em 2020-08-23 16:15:21

Dark thoughts... the photo fits perfect to the poem...

07
W
Willem
em 2020-08-23 18:02:36

A nicely chosen composition and also a beautiful b/w processing, the vertical frame is flush with the tree trunks.

08
L
Lis
em 2020-08-23 23:34:05

Desilusão é o cansaço de erros pela vida. Os nossos e dos outros.
A foto p&b dá essa sensação. Foi muito bem escolhida para o poema.
O importante é pensar que cada amanhecer é um novo dia e tudo recomeça.
Boa semana Remus, se possível sem nenhuma desilusão. E caso tenha, contenta-se comigo que a quantidade só aumenta. :))

09
A
Ana Lúcia
em 2020-08-24 11:35:29

Adoro o poema e adorei a combinação com a fotografia.

10
O
Omid
em 2020-08-25 18:17:43

Amazing!

11
A
Alex
em 2020-08-30 10:35:12

de facto o senhor está meio prostrado.. estará desiludido? ou apenas a descansar as costas? :D